ÁREA DE SÓCIOS
REGISTO
CânhamoEUAInternacionalNotícias

Desenvolvimento de teste de THC para o cânhamo financiado pelo Departamento de Justiça

Parceria com CannaReporter

A Divisão de Investigação do Departamento de Justiça dos EUA concedeu 350.000 dólares a um laboratório federal para desenvolver um método fiável de medição dos níveis de THC para distinguir o cânhamo industrial da canábis para outros fins.

Com a aprovação do Farm Bill em 2018, os laboratórios forenses foram forçados a começar a diferenciar as amostras apreendidas de canábis como cânhamo legal ou canábis ilegal; no entanto, a maioria dos laboratórios forenses carece actualmente de protocolos de extração confiáveis ​​e métodos analíticos para essa finalidade. “O objetivo deste projeto é fornecer aos laboratórios forenses as ferramentas analíticas necessárias para fazer essas medições com segurança por meio de métodos analíticos simples, robustos e econômicos”, escreveu o Instituto Nacional de Justiça do DOJ num aviso de concessão publicado na semana passada.

O beneficiário da bolsa de 350 mil dólares é o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia, um laboratório federal do Departamento de Comércio dos EUA. De acordo com o anúncio, o NIST irá concentrar-se no desenvolvimento de métodos de diluição, protocolos de extração, um único estudo de validação de laboratório e avaliações de ferramentas de medição.

A proposta debruça-se também após a conclusão da investigação e do desenvolvimento de métodos de testagem, na transferência de tecnologia do NIST para os laboratórios forenses federais, estaduais e locais por meio de procedimentos operacionais padrão, módulos de treinamento, webinars e publicações científicas. Para ajudar a facilitar a transferência, o NIST formou uma colaboração com os laboratórios criminais do Departamento de Polícia do Condado de Montgomery (MCPD) e da Polícia do Estado de Maryland (MSP). Esta colaboração permitiu a transferência de 125 amostras de canábis apreendidas para investigação em termos da validação dos métodos de testagem. O NIST usará a colaboração com a MSP para permitir uma avaliação crítica dos novos métodos analíticos para garantir sua aplicabilidade para atender às necessidades do laboratório forense.

A Farm Bill foi aprovada em 2018 e permitiu o cultivo de cânhamo industrial nos Estados Unidos da América, fornecendo um limite de 0,3% de THC para toda a planta.

Área de Sócios
REGISTO