ÁREA DE SÓCIOS
REGISTO
CânhamoEspanhaInternacionalNotícias

Pólo Tecnológico do Cânhamo desenvolvido na Extremadura

Parceria com CannaReporter

O Centro Tecnológico Agroalimentar Nacional da Extremadura (CTAEX) e a empresa de cânhamo Bhalutek Hemp iniciaram um Pólo Tecnológico do Cânhamo. O grupo que conta com mais de 20 empresas irá promover o desenvolvimento e a utilização abrangente da planta do cânhamo e fornecer acesso a tecnologias de cultivo e transformação.

Os participantes da indústria espanhola lançaram um projeto que visa desenvolver a região da Extremadura do país como um centro de inovação para o cânhamo industrial. O Centro Tecnológico Agroalimentar Nacional da Extremadura (CTAEX) e a empresa de cânhamo Bhalutek Hemp afirmam que a iniciativa irá promover o desenvolvimento e a utilização abrangente da planta do cânhamo e fornecer acesso a tecnologias de cultivo e transformação.

O grupo espera fomentar novos empreendimentos públicos e privados, compartilhar know-how entre os membros e promover a pesquisa, ao mesmo tempo que oferece formação para cientistas, técnicos e agricultores – estabelecendo a região como um centro de referência nacional para pesquisa e inovação em cânhamo.

O recente centro tecnológico assume já ter contratado 21 membros desde o lançamento da iniciativa, incluindo a Universidade de Málaga e a Universidade da Extremadura. A empresa portuguesa KannaBeira está também integrada no grupo de associados do pólo tecnológico.

“O cânhamo industrial pode oferecer uma oportunidade para regenerar as áreas rurais da nossa região, com uma abordagem sustentável do ponto de vista ambiental, econômico e agronómico, graças às suas características e múltiplos usos”, disse o CTAEX, observando que a estrutura jurídica e regulatória da Espanha precisa muda para que a indústria amadureça e floresça. “Dada a atual situação de crise de saúde excepcional, é muito provável que a recessão económica se agrave nos próximos anos, exigindo respostas concretas e ações decisivas”, disse o CTAEX num comunicado que anunciava o lançamento.

Juan José Manzanero, presidente do CTAEX, disse que mudanças são necessárias para permitir o “desenvolvimento completo do sector, com plenas garantias jurídicas”, de forma semelhante aos governos de outros países europeus que têm desenvolvido seus sectores de cânhamo industrial.

A iniciativa conta com o apoio tanto do presidente da Junta de Extremadura, Guillermo Fernández Vara, quanto da delegada do governo na região, Yolanda García Seco. O CTAEX, com sede em Badajoz, Espanha, é um centro privado de I&D sem fins lucrativos apoiado por uma associação do sector agroalimentar. A empresa tem experiência no desenvolvimento de projetos de I&D a nível nacional em Espanha.

A Bhalutek, sediada em Málaga, é especializada na genética do cânhamo desde 2012. A empresa também realiza investigação científica em processos e equipamentos de extração e purificação, além de consultar clientes na Suíça, Austrália e Uruguai.

Preferências
Usamos cookies para melhorar sua experiência ao usar nosso site. Se estiver usando nossos Serviços por meio de um navegador, você pode restringir, bloquear ou remover cookies nas configurações do seu navegador. Também usamos conteúdo e scripts de terceiros que podem usar tecnologias de rastreamento. Você pode fornecer seu consentimento seletivamente abaixo para permitir tais incorporações de terceiros. Para obter informações completas sobre os cookies que usamos, dados que coletamos e como os processamos, verifique nossa Privacy Policy
Youtube
Consentimento para mostrar conteúdo de - Youtube
Vimeo
Consentimento para mostrar conteúdo de - Vimeo
Google Maps
Consentimento para mostrar conteúdo de - Google
Spotify
Consentimento para mostrar conteúdo de - Spotify
Sound Cloud
Consentimento para mostrar conteúdo de - Sound
Área de Sócios
REGISTO